Educação integral está ameaçada

Os pais foram matricular os filhos nas escolas da rede pública que funcionam em período integral e receberam a notícia nada agradável. O governador informou que educação integral só em 2012.

Pais e estudantes acordaram cedo. “Estou aqui desde as 5h30 e até agora não chegou ninguém. Estou esperando a boa vontade do pessoal”, conta Antônio Aires Ribeiro pai de aluno

Mais do que atraso na abertura da escola para matricula em vagas remanescentes, quem esperava para ser atendido na 209 Sul foi surpreendido com uma notícia nada agradável: o fim do ensino em tempo integral. “Vim mais por causa disso, porque eu trabalho e estudo”, diz uma mulher.

A publicitária Maria Eliene não sabe o que vai fazer. Ela tentou por dois anos matricular o filho na 209 Sul. Só conseguiu agora, mas o que seria a solução virou dor de cabeça. “Agora que não tem mais o período integral e eu não sei mais o que fazer depois que ele sair da escola, porque eu não tenho onde deixar”, afirma.

A assessoria da Secretaria de Educação não sabe ao certo quantas escolas vão ter o ensino em tempo integral neste ano. Mas informou que o programa não é prioridade para o primeiro semestre. A garantia é de que um novo modelo de escola em dois turnos está sendo elaborado e vai ser implantado no futuro.

As escolas da rede pública começaram a funcionar em tempo integral em 2008. Até o início do ano passado, 290 centros de ensino ofereciam a educação em dois turnos, com direito a almoço e lanches.

Em um dos períodos os alunos tinham aulas de disciplinas regulares. No outro, aulas de artes, esportes, língua estrangeira e informática. O projeto era feito em parceria com instituições sociais e empresas.

“Nós não temos ainda um levantamento completo de quais escolas poderão fazer o atendimento em tempo integral”, afirma a gerente de planejamento escolar Elizangela Figueiredo.

As escolas da rede pública começaram a funcionar em tempo integral em 2008. Até o início do ano passado, 290 centros de ensino ofereciam a educação em dois turnos, com direito a almoço e lanches.

Em um dos períodos os alunos tinham aulas de disciplinas regulares. No outro período, aulas de artes, esportes, língua estrangeira e informática. O projeto era feito em parceria com instituições sociais e empresas.

O governador, Agnelo Queiroz, confirmou que o ensino integral somente em 2012.

Manifestação
A secretária, que nomeou uma servidora falecida para ser diretora de uma escola em Sobradinho, convocou mais de 1,5 mil aprovados em concurso público e depois os voltou atrás.

O resultado é que muita gente pediu demissão do emprego ou veio de outras cidades fazem manifestação em frente ao Paláco do Buriti

Leonardo Ribbeiro / Emerson Soares

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s