POEMA DO DIA – EVAN DO CARMO-LIVRO CATARSE

DONO DO VERBO

O poeta olha a palavra sobre o papel

com admiração e espanto

sabe que ela não lhe pertence

contudo, dela se apropria.

 

O seu desejo é resumir a vida

sua efêmera existência num poema

tendo em mente que o pó lhe espera

faz da escrita sua eterna quimera

 

Ao fim do poema, exausto e deprimido

sente que a ilusão persiste

e que a angústia de ser dono do verbo

lhe consome, então ri como um lunático

para iludir seu mundo triste..

 

2 comentários em “POEMA DO DIA – EVAN DO CARMO-LIVRO CATARSE”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s