Leitura & Crítica entrevista Evan do Carmo

Evan do Carmo, Nascido na Paraíba em (29/04/64) é poeta, escritor, romancista, jornalista, músico, filósofo e crítico literário. Fundou e dirigiu o jornal Fakos Universitário. Criou em 2009 a revista Leitura e Crítica. Tem 22 livros publicados, sua obra está disponível em 12 países, (um livro editado em inglês. (O Moralista) Entre outros estão: O Fel e o Mel, Heresia poética, Elogio à Loucura de Nietzsche, Licença Poética, Labirinto Emocional, Presunção, O Cadafalso, Dente de Aço, Alma Mediana, e Língua de Fogo. Participou também com muitos contos em antologias. Foi um dos vencedores do concurso Machado de Assis do SESC DF de 2005. Em 2007 foi jurado na categoria contos do concurso Gente de Talento 2007 promovido pela Caixa Econômica Federal, ao lado de Marcelino Freire. Em 2012 criou e editou até 2015, os Jornais: Correio Brasília, Jornal de Vicente Pires, Jornal de Taguatinga e o Jornal do Gama. Evan do Carmo é estudioso da obra de José Saramago, em 2015 publicou o livro Ensaio Sobre a Loucura, e o livro Reflexões de Saramago, momentos antes de sua morte, o livro nos oferece um panorama perfeito na voz do próprio Saramago em forma de ficção ensaísta, sobre a obra do Nobel Português. Em 2016 criou a Editora do Carmo e o projeto Dez Poetas e Eu, onde já publicou 100 poetas, e o livro Um Brinde à Poesia, uma obra de coautoria com outros poetas contemporâneos.

 

Como editor realizou o sonho de mais de 500 autores, a maioria autores sem recursos, que não podiam publicar suas obras, entre muitos autores carentes estão dezenas de poetas e escritores africanos, de Angola e Moçambique.

L&C: Quem é Evan do Carmo? Falo do homem além da biografia.

E C : Uma das perguntas mais difíceis de responder. Certa vez perguntaram a mesma coisa para Vinicius, ele enrolou e não disse nada, ficou subentendido que ele não sabia responder. Contudo, eu me arrisco a dizer, pelo menos aquilo que penso que sou. Sou como todo homem, uma ilha. No meu caso, uma ilha de difícil acesso, não sou de muitos amigos nem de muitos amores. Todavia, uma vez dentro dessa ilha, ninguém consegue mais voltar. Em resumo, os poucos que conseguiram acessar meus abismos vivem para sempre comigo. Sou leal aos amores que tenho. Poucos amigos, uma mulher, família, poesia, vinho e música.

veja tudo em  https://leituraecritica52605215.wordpress.com/2019/08/05/leitura-critica-entrevista-evan-do-carmo/?fbclid=IwAR1wD089Lgn0zX6CaxzrdSD3iZrybxGgbTmYGWNB7IgOrdFYgqh7F3VlCHo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s