Foi com Supremo com tudo: STF rejeita pedido de Dilma para anular golpe de 2016

Dilma cobra queda de preços dos combustíveis.

Assim como foi dito pelo ex-senador Romero Jucá, o golpe de 2016, contra a ex-presidente Dilma Rousseff, foi um “golpe com Supremo, com tudo”. A comprovação veio nesta manhã, com a revelação de que o Supremo Tribunal Federal negou os recursos apresentados pela ex-presidente Dilma Rousseff para anular o impeachment de 2016. A decisão foi tomada pelo plenário virtual e os ministros acompanharam o voto do relator Alexandre de Moraes, que já foi filiado ao PSDB. Não votaram Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Dilma foi afastada por “pedaladas fiscais” porque o PSDB não aceitou sua derrota em 2014 e conspirou com o MDB e com o Centrão para derrubá-la. Depois de sua queda, Michel Temer e Jair Bolsonaro cometeram vários crimes de responsabilidade, sem consequência, e a “confiança” não retornou à economia brasileira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s