Fux rompe o silêncio e fala sobre as manifestações bolsonaristas: “inerentes à democracia”

Untitled-9.jpg
(Crédito: Nelson Jr./SCO/STF)

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, avalia que existe a possibilidade de chegar à Corte alguma ação envolvendo o vídeo compartilhado por Jair Bolsonaro para convocar manifestações de inspiração ditatorial contra o Congresso Nacional.

“Meu presidente (Dias Toffoli) já se pronunciou, foi a palavra da Corte, e agora as consequências não podemos falar porque certamente vamos ter de intervir se ocorrerem consequências nesse plano”, afirmou Fux em Washington, onde participou de evento na American University. “Qualquer tipo de questionamento que se fizer sobre isso no Supremo eu terei que dar minha palavra no momento do voto e não antes. Se o Supremo for instado a julgar isso eu não vou antecipar minha opinião”, emendou o ministro.

Sobre o ato marcado para o dia 15, Fux afirmou que as manifestações são “inerentes à democracia”. “Se as instituições, com humildade necessária, verificarem que as críticas são procedentes, elas se adaptam. Se entenderem que as críticas são fruto de paixão passageira, não tem valor”, afirmou o ministro.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s