Fim do neoliberalismo? Biden adota medidas protecionistas e intervém na economia dos EUA

Presidente dos EUA, Joe Biden, faz discurso na Casa Branca, Washington, EUA, 25 de janeiro de 2021

Joe Biden desafia o credo neoliberal ao adotar pacote de defesa da indústria norte-americana e propor a injeção de US$ 1,9 trilhão (cerca de R$ 10 trilhões) na economia dos EUA. Para economista, Biden precisa oferecer alternativa ao neoliberalismo a esse país “em pé de guerra”.

Em sua primeira semana na chefia da Casa Branca, Joe Biden já deu sinais sobre como será a sua política econômica: estímulo à economia interna, com repasses diretos de dinheiro à população, e proteção da indústria norte-americana da concorrência internacional.

Com muitos elementos de programas iniciados pelo ex-presidente Donald Trump, a administração democrata parece tentar se distanciar do credo neoliberal e do livre comércio.

Na segunda-feira (25), Biden assinou o plano Buy American, cujo objetivo é revitalizar a indústria dos EUA, garantindo que agências federais comprem exclusivamente produtos produzidos no país.

“Eu não compro nem por um segundo essa ideia de que a vitalidade da indústria norte-americana é coisa do passado”, afirmou Biden. “A indústria norte-americana foi o arsenal da democracia na Segunda Guerra Mundial e deve ter papel como motor da prosperidade dos EUA hoje.”

Alguns economistas questionaram o impacto real da medida, lembrando que o poder de compra do governo não é o suficiente para reconstruir a indústria do país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s